Biografia

Natural de Goiânia, Elias Vaz de Andrade está no quinto mandato na Câmara Municipal e se destaca como fiscal do poder público. Teve atuação importante denunciando o superfaturamento no contrato da iluminação pública de Goiânia e na compra de brinquedos para a revitalização do Parque Mutirama, irregularidades no repasse da merenda escolar, supersalários da Comurg, superfaturamento de contratos da prefeitura com as empresas responsáveis pela coleta de lixo e irregularidades na Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) e na Secretaria Municipal de Cultura.

Em 2007, foi relator do Plano Diretor de Goiânia e votou contra alterações propostas pela prefeitura em 2013, relativas ao sistema viário, ocupação de grandes áreas e drenagem urbana. É autor do projeto que acabou com o voto secreto na Câmara Municipal. Também foi o responsável pela criação da lei que a prefeitura divulgue no site todas as informações sobre contratos e pagamentos, incluindo notas fiscais, e a que disciplina o uso de outdoor e publicidade em muros, reduzindo a poluição visual em Goiânia, entre outras. Apresentou a emenda que permitiu a instituição do Imposto Progressivo (ITU/IPTU) na capital e teve iniciativa determinante na luta pela redução da alíquota do ISTI (Imposto sobre Transmissão Intervivos) de 3,5% para 2% sobre o valor do imóvel.

Elias Vaz começou a militância política aos 16 anos no movimento estudantil e sempre foi engajado em entidades classistas e na luta pelos direitos do cidadão. Participou do movimento para a implantação do transporte alternativo na capital goiana e contribuiu para a criação da Cooperativa de Transportes do Estado de Goiás (Cootego), que garante o sustento de cerca de 400 famílias. Em 2000, assumiu o primeiro mandato como vereador, com uma das maiores votações da história da Câmara Municipal até hoje, 14.237 votos. Elias Vaz já comandou as comissões da Criança e do Adolescente e de Legislação Participativa e a de Constituição, Justiça e Redação da Câmara. Hoje, preside a Comissão de Obras e Patrimônio Público.

Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram
Redimensionamento da fonte
Contraste